RELEASE

Juliano Ravanello busca um momento de silêncio e respiro em álbum

que une espiritualidade, canto gregoriano e ambiências

 

“Music of Silence” é o terceiro trabalho do artista paranaense

Em um período em que muitos almejam por renovação, Juliano Ravanello traz uma nova visão para o canto gregoriano e revela sua busca pelo silêncio interior em seu novo disco.

 

Gravado na Rússia, “Music of Silence” propõe a reinterpretação do canto gregoriano, através de sua fusão com a música clássica. Em seu repertório, encontramos cantos tradicionais, cantados em latim, mas sua roupagem carrega referências contemporâneas de artistas como Andrea Bocelli e Hans Zimmer, nas formações e nos arranjos orquestrais de Maycon Ananias, sintonizando com as ambiências do new age, com influência de artistas como Enya, culminando no minimalismo (na última faixa), com texturas e sintetizadores, que dialogam com a obra de artistas como Ólafur Arnalds.

 

“Music of Silence” transforma em narrativa a procura pela quietude interior, conduzida pela música, para que o ouvinte possa, ao entrar em um estado de atenção plena, experienciar a elevação do espírito e a contemplação das belezas ao seu redor.

 

O álbum está disponível em todas as plataformas de música. ACESSE AQUI.

Natural de União da Vitória, no Paraná, Ravanello trabalhou a reinterpretação do canto gregoriano a partir de uma procura constante da melhor maneira de traduzir esta identidade milenar para os dias atuais. O álbum, produzido por Maycon Ananias, com direção criativa de Rebeca Brack, conta com a colaboração do St. Petersburg Recording Ensemble (Rússia), na gravação das orquestras e coros (vocais), e manifesta, através da música, uma busca pelo transcendental, seja qual for a fé do ouvinte.

 

“Penso que o artista tem a missão de aproximar as pessoas da beleza infinita de Deus. A música prepara a humanidade para a ascensão da ordem cósmica, e abre caminho para o belo, harmônico e justo”, conta Juliano.

 

Instrumento de base para a música de Ravanello, o canto gregoriano é a mais antiga manifestação musical do ocidente e teve seu período de formação dos séculos I ao VI, atingindo o seu auge nos séculos VII e VIII. Seu nome é uma homenagem ao papa Gregório Magno (540-604), que fez uma coletânea de peças. Foi por meio desses cantos que a música erudita cresceu, com o surgimento da partitura e da união de voz e instrumentos musicais.

 

Juliano Ravanello lançou seu primeiro álbum “Canto Gregoriano | Gregorian Chants” em 2010, e seu segundo álbum “Salve Regina”, em 2015, e desde então viu sua música atingindo públicos de todo o mundo, além de fronteiras linguísticas e geográficas. Agora ele busca consolidar essa trajetória com o novo disco. “Music of Silence” está disponível em todos os serviços de streaming de música.